logo Jogos Sobre
logo

Oratório de São Jerónimo

Tipo de património

Património material

Valor Patrimonial

Valor histórico

Estilo

Estilo Manuelino

Época dominante

Moderna (Séc. XVI)






Descrição




O minúsculo Oratório de São Jerónimo (1530-1540), local de preces do fidalgo da Quintada Piedade, possui, por cima da capela-mor, uma cúpula de
gomos semelhantes aos que estão gravados nas guaritas da Torre de Belém, ambas criadas pelo arquitecto Francisco de Arruda.

Um olhar atento permitirá visualizar ali as conquistas territoriais em Marrocos e a vitória espiritual do cristianismo sobre os muçulmanos.


Sinais de degradação



Os efeitos da chuva ácida sobre os monumentos históricos são provocados pela ocorrência de reações inorgânicas, denominadas reações de dupla troca.

Vale ressaltar ainda que toda chuva apresenta teor de ácido.

Além do desgaste físico (pequenas quebras) promovido pelo contato da gota da chuva com as construções, também ocorre um fenômeno químico,
com processos que levam à perda de massa das edificações.

Este monumento foi então sujeito a obras de adaptação, para que nele pudessem passar a celebrar-se missas, como recomendava a Contra-reforma, o oratório possui hoje átrio, capela-mor e nave. Foi decorado com azulejos geométricos no século XVII e azulejos figurativos de vida de São Jerónimo no século seguinte, que foram roubados e novamente recuperados, estando hoje a salvo, à guarda do Museu Municipal de Vila Franca de Xira.